Parque Estadual Sumaúma



Parque Estadual Sumaúma
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Amazonas
Município: Manaus
Categoria: Parque
Bioma: Amazônia
Área: 52 ha
Diploma legal de criação: Decreto Estadual nº 23.721 de 5 de setembro de 2003.
Coordenação regional / Vinculação: Centro Estadual de Unidades de Conservação - Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável
Contatos: (92) 3236-0349

Índice

Localização

Rua Bacuri, S/N. Cidade Nova I

Como chegar

O Parque Estadual Sumaúma localiza-se na Rua Bacuri, S/N. Cidade Nova I, (Zona Norte, Manaus/AM), entrada pela rua entre o PAC (Pronto Atendimento do Cidadão) e Banco Bradesco. A partir da Arena da Amazônia: Ônibus: Linha 300 ou 650, descer após o Terminal 3. Ponto de parada dos ônibus para chegar ao parque: na frente do PAC da Cidade Nova (Avenida Noel Nutels), a partir deste ponto a distância é de 200 m para a entrada do Parque. Tempo de percurso: De ônibus de 30 a 40 minutos. De carro o trajeto pode ser percorrido em aproximadamente 20 minutos. Taxi: Aproximadamente R$40,00

Ingressos

Gratuito

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Preservar os ecossistemas naturais existentes, possibilitando a realização de pesquisa científica e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e do turismo ecológico.

Histórico

O Parque Estadual Samaúma foi criado através do decreto nº23.721 de 5 de setembro de 2003 com uma área de 52 hectares. É a primeira Unidade de Conservação Estadual localizada na cidade de Manaus, Amazonas.

A criação desta Unidade de Conservação é parte do programa de Unidades de Conservação da SDS/IPAAM (Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas), porém é um resultado do bairro da Cidade Nova - local que abriga o parque - do grupo de voluntários de Fragmentos Florestais Urbanos, da Assembléia Legislativa e de instituições governamentais, numa tentativa de proteger uma das poucas áreas verdes preservadas na cidade de Manaus.

Os moradores do entorno do Parque participaram ativamente do processo de criação desta Unidade de Conservação e atualmente colaboram nas atividades de vigilância decisões pertinentes à implementação do Samaúma, tais como: desenvolvimento de atividades de capacitação para melhor atuação dentro do Parque, mobilização de comunitários, discussão sobre infra-estrutura e formação do Conselho Gestor do Parque Samaúma.

Atrações

Trilhas guiadas, biblioteca, sala multimídia, parquinho, centro de visitantes, café da manhã regional, viveiro de mudas e cenários de lendas amazônicas

Aspectos naturais

Relevo e clima

O relevo do Parque Estadual Sumaúma é composto por encostas em toda a borda com exceção da parte Sul. As encostas possuem declividades que variam entre 12 a 47 graus, com predomínio de inclinações com 30º.

O clima é o clima equatorial úmido, com temperatura média anual de 26,7ºC, com temperaturas mínimas de 23,3ºC e máximas de 31,4ºC.

Fauna e flora

Em relação à fauna, encontramos no Parque o preguiça-de-bentinho (Bradypus variegatus), cutiara (Dasyprocta aguti), iguana (Iguana iguana) e o primata sauim-de-coleira (Saguinus b. bicolor), espécie encontrada somente nas florestas de Manaus e ameaçada de extinção. Cerca de 89 espécies habita o local. entre elas há o registro de limpada-folha-do-buriti (Berlepschia rikeri), taperebá-do-buriti (Tachornis squamatus) e suiriri-de-garganta-rajada (Tyrannopsis sulphurea) que são próprios de áreas com buritizais.

Problemas e ameaças

Espécies da fauna ameaçadas de extinção como o sauim-de-manaus (Saguinus b. bicolor) pertence à família Callitrichidade, que compreende os primatas neotropicais. O sauim possui unhas em forma de garra (exceto polegar), é capaz de gerar dois filhotes por gestação, uma ou duas vezes ao ano.

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=1010

https://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Estadual_Suma%C3%BAma