Parque Estadual do Cerrado




Parque Estadual do Cerrado
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Parana
Município: Jaguariaíva
Categoria: Parque
Bioma: Cerrado
Área: 1.830,40 hectares
Diploma legal de criação: Decreto 1.232 de 27/03/1992.
Coordenação regional / Vinculação: Instituto Ambiental do Paraná.
Contatos: Endereço: Rua Engenheiros Rebouças 1206 - Rebouças/IAP/DIBAP - Curitiba/PR

CEP: 80.215-100

E-mail: 1. pedocerrado@iap.pr.gov.br

2. ucsparana@iap.pr.gov.br

Telefones:

1.(42) 3228-1539.

2. (42) 3228-1538

3. (41) 3213-3462

Índice

Localização

O Parque Estadual do Cerrado está situado na mesorregião Centro Oriental do Estado do Paraná, região fisiográfica dos Campos Gerais, no Bairro Pesqueiro, a 12 km da sede do município de Jaguariaíva, tendo como referencial de acesso a Sub-Estação da COPEL.

Como chegar

Bairro Pesqueiro, acesso pela PR-092. Distante 12 km do centro de Jaguariaíva.

Ingressos

Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 6h às 17h. Somente grupos organizados e pré-agendados.

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Preservar remanescente de campos cerrados, ecossistema típico e em vias de extinção, bem como locais de excepcional beleza cênica, como "canyons" e cachoeiras.

Histórico

A área do atual Parque Estadual do Cerrado fazia parte do patrimônio da família da esposa do atual Prefeito, Sr. Ademar Ferreira de Barros. Grande parte do cerrado que ainda havia na região há mais de 40 anos foi destocada para dar lugar às pastagens e lavoura.

Segundo relatos de moradores mais antigos da região, áreas adjacentes ao parque, a exemplo da atual propriedade do Sr. Carlos Alberto Munhoz da Cunha, localizada na outra margem do rio Jaguariaíva, possuíam áreas de cerrado bem superiores à atual área do parque, sendo igualmente destocadas no passado para dar lugar a pastagens e lavouras.

Era comum também, de acordo com relatos da população local, a queima de áreas de cerrado para dar lugar ao pasto do gado, prática utilizada a cada dois anos e que, conseqüentemente, mudava sobremaneira a característica do cerrado local. Além do gado que percorria áreas do cerrado, havia a criação de cabritos em áreas atualmente ocupadas pelo parque.

O Parque Estadual do Cerrado, com 420,40 hectares, foi criado pelo Governo do Estado do Paraná através do Decreto nº 1.232 de 27 de março de 1992, entre o ribeirão Santo Antônio e o rio Jaguariaíva, em altitudes que variam de 900 a 800 metros ao nível do mar, chegando à cota de 750 metros ao nível do canyon do rio Jaguariaíva, e tem como objetivo preservar remanescente de campos cerrados, ecossistemas típícos e em via de extinção, bem como locais de excepcional beleza cênica, como canyons e cachoeiras

Atrações

Além da beleza natural de cerrado, a unidade de conservação oferece aos visitantes trilhas e a chegada ao mirante fornece a oportunidade de contemplar o cânion do Rio Jaguariaíva. As trilhas também dão acesso à cachoeira do Ribeirão são Antônio, com formações naturais em rochas areníticas, onde pode-se apreciar as corredeiras e pequenas quedas, e ainda uma cachoeira de 40 metros de altura.

Aspectos naturais

Relevo e clima

A região apresenta características de rochas sedimentares. E o clima é subtropical.

Fauna e flora

Em relação à fauna, o Parque apresenta espécies como cuíca, tamanduá-bandeira, tamanduá-mirim, lobo-guará, e sua flora abriga espécies ameaçadas de extinção no Paraná como o cajuzinho do cerrado, mucuíba ou caqui-do-cerrado.

Em relação à flora, na unidade de conservação abriga plantas vulneráveis como Chapéu-de-couro e catuaba. Entre as raras de serem observadas estão a pindauva e a jalapa-silvestre.

Problemas e ameaças

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=499

http://www.iap.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=1212