Parque Estadual do Juquery

Fique por dentro das novidades doParque Estadual do Juquery no Blog do WikiParques


Parque Estadual do Juquery
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Sao Paulo
Município: Franco da Rocha
Categoria: Parque
Bioma: Cerrado
Área: 2.058,09 hectares
Diploma legal de criação: Decreto 36.859 de 05/06/1993.
Coordenação regional / Vinculação: Fundação para Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo.
Contatos: Telefones: (11) 4449-5545 Fax: 4443-3106

E-mail: pe.juquery@fflorestal.sp.gov.br

Endereço: Rua Miguel Segundo Lerussi, s/n°

Parque Industrial - Franco da Rocha - SP - CEP: 07859-390

Índice

Localização

Como chegar

1) Av. Cruzeiro do Sul, R. Voluntários da Pátria, Av. Sta. Inês, Estrada de Sta. Inês (sentido SP-Franco da Rocha), Rod. Pref. Luiz Salomão Chamma.

2) Rodoanel, saída Caieiras, Rod. Pref. Franco da Rocha sentido Mairiporã Rod. Pref. Luiz Salomão Chamma.

3) Rod. Fernão Dias, saída Mairiporã, sentido Franco da Rocha Rod. Pref. Luiz Salomão Chamma.

Ingressos

Dias e horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 8h às 17h.

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

A preservação dos ecossistemas das espécies vegetais e animais, dos seus habitats, e dos sítios geomorfológicos de parte da Fazenda Juquery.

Histórico

O Parque Estadual do Juquery foi criado em junho de 1993 através do Decreto nº 36.859, em razão da necessidade de conservação de importantes remanescentes de vegetação nativa existentes na Fazenda Juquery, bem como a importante função de preservar as áreas de Mananciais do Sistema Cantareira.

O local recebe esse nome devido a grande ocorrência de uma planta que os índios encontravam as margens dos rios da região, a qual chamavam de yu-kery, dessa planta os índios extraiam sal que servia como condimento para temperar os alimentos. Também conhecida como Dorme Maria, a yu-kery ao ser tocada fecha suas folhas abrindo-as novamente após algum tempo.

Em 1989 todo o conjunto arquitetônico, projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo, o acervo documental e a área verde da fazenda foram tombados pelo CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo.

Atrações

Trilha da Árvore Solitária Distância: 1.460 m Dificuldade: Baixa Trilha com uma copaíba em meio a um campo limpo de cerrado, que pode ser avistada de diversos pontos da UC


Trilha da Gruta dos Pitus Distância: 920 m Dificuldade: Média A Trilha possui uma queda d’agua com 2 m e pitus que podem ser avistados no riacho cercado por Mata Atlântica


Trilha dos Lagos Distância: 3.000 m Dificuldade: Média Nessa trilha podemos observar uma antiga cocheira da época do Complexo hospitalar do Juquery, 5 lagos para contemplação, e vista panorâmica da UC.


Rio Juquery Distância: 4.600 m Dificuldade: Média Essa trilha segue o percurso do rio juquery, da portaria 1 a portaria 2, em seu percurso é possível observar diferentes fisionomias de cerrado, mata ciliar que margeia o rio Juquery e possui uma nascente com água cristalina.


Ovo da Pata Distância: 13.400 m Dificuldade: Alta A trilha mais extensa do Parque, ao chegar no ovo da pata, morro com 942 m de altitude o visitante tem uma vista panorâmica das cidades vizinhas, vale do rio juquery, Serra da Cantareira e Parque Estadual do Jaraguá.


Yu-kery Distância: 1.300 m Dificuldade: Baixa Trilha de pequeno percurso onde é possível observar a planta dorme maria conhecida pelos índios como yu-kery. Durante a trilha observam-se muitas espécies de borboletas e muitas samambaiaçus em meio à mata atlântica. Necessita agendamento para quais


Gruta dos pitus Outros Atrativos de Interesse Parque Infantil, Mirante com 20 metros de altura e Prédios do antigo Hospital Pisiquiátrico do Juquery, que em 2008 completou 110 anos.

Aspectos naturais

Esta Unidade de Conservação abriga o último remanescente de Cerrado preservado na região Metropolitana de São Paulo, tem como símbolos a Seriema, ave típica do cerrado e de fácil observação e o ovo da pata ponto mais alto do Parque com 942 m de altitude.

Relevo e clima

O relevo com características de morro, topos arredondados, vertentes com perfis convexos a retilíneos.

O clima é mesotérmico úmido, sem estação seca, com verão quente.

Fauna e flora

Fauna: Seriema, capivara, tatu, cachorro do mato, cascavel, tucano toco, sagüi, lagarto teiú, jaguatirica e veado campeiro.

Flora: Pequi, barbatimão, angico, Camarea hirsuta (ameaçada de extinção), velame branco, fruta do lobo, melancia do cerrado, ipê amarelo, bolsa de pastor, cedro, copaíba, cambará, entre outras.

Problemas e ameaças

Espécies da fauna ameaçadas de extinção.

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=831

http://www.ambiente.sp.gov.br/parque-estadual-do-juquery/