Parque Natural Municipal Augusto Ruschi




Parque Natural Municipal Augusto Ruschi
Esfera Administrativa: Municipal
Estado: Sao Paulo
Município: São José dos Campos
Categoria: Parque
Bioma: Mata Atlântica
Área: 200 hectares
Diploma legal de criação: Criado em 17 de setembro de 2010 pela Lei Municipal nº 8.195.
Coordenação regional / Vinculação: Secretaria de Meio Ambiente - Prefeitura Municipal de São José dos Campos - SP.
Contatos: Unidade de Conservação:

Estrada Municipal Antônio Ferreira da Silva nº 1000 (antiga Estrada do Costinha), bairro Santa Cruz da Boa Vista, zona norte. São José dos Campos

E-mail: 1. semea.gabinete@sjc.sp.gov.br

Telefone: 1. (12) 3909-4523

Índice

Localização

O Parque fica localizado no bairro Santa Cruz da Boa Vista, região norte do município de São José dos Campos.

Como chegar

Ingressos

Atualmente o Parque tem capacidade para receber a visitação monitorada de pequenos grupos, recepcionados com o apoio de voluntários do Grupo Suçuarana de Salvamento na Selva. Os interessados podem realizar o agendamento pelo telefone 3909-4512 na Secretaria de Meio Ambiente.

Onde ficar

A região de São José dos Campos conta com uma grande rede hoteleira.

Objetivos específicos da unidade

Preservação de seu ecossistema natural de grande relevância ecológica e beleza cênica, a realização de pesquisas científicas, o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico.

Histórico

O Parque Natural Municipal Augusto Ruschi (PNMAR) é a primeira Unidade de Conservação de Proteção Integral de São José dos Campos, criada em 17 de setembro de 2010, na área do antigo Horto Florestal.

Localizado no bairro Santa Cruz da Boa Vista, região norte, o parque é um dos principais fragmentos florestais do município, com 2 milhões de metros quadrados de mata atlântica preservada, santuário de inúmeras espécies da fauna e flora nativas, algumas ameaçadas de extinção.

Atrações

As mais variadas trilhas onde o visitante poderá avistar a riqueza da flora do PNMAR. A unidade de conservação também é rica com a presença de várias espécies de répteis e anfíbios.

Aspectos naturais

O Parque faz parte da APA Federal Mananciais do Rio Paraíba do Sul e representa um dos principais fragmentos florestais do município, com 2 milhões de metros quadrados de mata atlântica.

Relevo e clima

Cerca de 90% de toda a área do PNMAR ocorre sobre relevo de serras alongadas, os 10% restantes ocorrem sobre relevo de morros paralelos, que incidem unicamente a sudeste da área do Parque.

O clima da região em que está situada a unidade de conservação é classificado como Tropical de Altitude, segundo sistema estabelecido por Köppen-Geiger. As estações são bem definidas, caracterizadas por chuvas intensas no verão e seca moderada no inverno

Fauna e flora

Entre as espécies da flora presentes na unidade de conservação estão: cedro-rosa, copaíba, palmeiras diversas, xaxim, canela, goiabeira, ingá-do-mato, taquara, embaúva, virola, capororoca, angico.

O PNMAR abriga diversas espécies de animais silvestres entre mamíferos, aves, répteis e anfíbios, tais como lobo-guará, sagui-da-serra-escuro, jaguatirica, onça-parda, lontra, veado mateiro, serpentes e gavião-pega-macaco, esta última ameaçada de extinção.

Problemas e ameaças

.Espécies da fauna ameaçadas de extinção como o gavião-pega-macaco.

. Extração ilegal de Palmito Juçara, o que certamente também ocorre nas áreas de floresta do seu entorno, a caça e incêndios associados a pastagens das propriedades lindeiras e à estrada.

Fontes

Plano de Manejo: http://www.ipplan.org.br/files/media/originals/plano_de_manejo.pdf