Parque Natural Municipal Gruta da Onça



<iframe src="https://www.google.com/maps/embed?pb=!1m18!1m12!1m3!1d3741.596507140877!2d-40.33154538464823!3d-20.316961886388352!2m3!1f0!2f0!3f0!3m2!1i1024!2i768!4f13.1!3m3!1m2!1s0xb83da20194751d%3A0x875350f6d05addaf!2sParque+Municipal+Gruta+da+On%C3%A7a!5e0!3m2!1spt-BR!2sbr!4v1493235904473" width="600" height="450" frameborder="0" style="border:0" allowfullscreen></iframe>

Parque Natural Municipal Gruta da Onça
Esfera Administrativa: Municipal
Estado: Espirito Santo
Município: Vitória
Categoria: Parque
Bioma: Mata Atlântica
Área: 6,67
Diploma legal de criação: Lei ordinária nº 6482, de 05/12/2005
Coordenação regional / Vinculação: Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Vitória - ES
Contatos: Endereço: Rua Vitório Nunes da Motta, 220, Sala 610 - Enseada do Suá - Vitória/ES - CEP: 29.050-915

E-mail: pnmgonca@correio1.vitoria.es.gov.br Telefone: (27) 3132-7290 e (27) 3382-6555

Índice

Localização

Localizado no Maciço Central (Morro do Vigia) da Ilha de Vitória.

Como chegar

Os visitantes chegam ao Parque Municipal Gruta da Onça pela rua Barão de Monjardim, que fica próxima à Casa do Porto das Artes Plásticas, no Centro de Vitória. O agendamento é aconselhável no caso de visitas monitoradas, principalmente de escolas.

Ingressos

Período: 01/01 a 31/12
Dias da semana: Terça a Domingo
Horários: 07:00 a 17:00

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

a) proteção dos mananciais;
b) resguardar os atributos excepcionais da natureza, na região;
c) a proteção integral da flora, da fauna e demais recursos naturais, com utilização para objetivos educacionais, científicos e recreativos;
d) assegurar condições de bem-estar público;
e) abrigar o orquidário municipal;
f) outros usos compatíveis com sua função.

Histórico

O parque foi criado em 1988 e reinaugurado em 1996. Nele, as pessoas caminham ao som do canto dos pássaros, em companhia de mamíferos, como coelhos e macacos, e de répteis, a exemplo dos calangos e lagartos.

Teve seu nome retirado de uma lenda. Conta a lenda que em meio a floresta existia uma grande gruta de onde brotava uma fonte de águas límpidas. Certo dia, um índio tentou se abrigar na gruta e ao beber da água da fonte, viu refletir no espelho d'água a imagem de uma enorme onça pronta para atacar.

Apavorado, o índio fugiu correndo em direção ao mar, que beijava as praias junto ao Morro do Penedo.

Desde então, a onça passou a ser guardiã da gruta, continuando a viver em seu interior. Para perpetuar esta lenda capixaba, seus personagens foram transformados em monumentos, estando a onça localizada no alto das pedras que formam a gruta e o índio, na Avenida Beira-mar, próximo ao Morro do Penedo.

Atrações

Com área de quase 69 mil metros quadrados, o Parque Municipal Gruta da Onça é ideal para trilhas entre nascentes e riachos, cercados de exuberante vegetação de Mata Atlântica.

Na entrada, uma grande onça de concreto protege uma nascente. Escadarias e caminhos íngremes levam a um belo passeio.

O orquidário, as cinco praças e a capela ecumênica chamam a atenção dos visitantes. O parque também conta com um Centro de Educação Ambiental (CEA).

Uma parada obrigatória é o Mirante da Pedra da Raposa. Ele oferece visões inesquecíveis da baía, do penedo e do porto, revelando algumas das mais belas paisagens de Vitória.

Aspectos naturais

Solo: Solos predominantemente cambissólicos e litólicos, entremeado com afloramentos rochosos.

Geologia: Inserido geologicamente dentro do complexo intrusivo responsável pela formação do Maciço costeiro, denominado Maciço Central de Vitória, de idade Pré-Cambriano, fazendo parte do Complexo Paraíba do Sul.

Hidrologia: A rede hidrográfica é limitada a cursos hídricos de pequena extensão, constituídos basicamente por fontes e nascentes.Insere-se na Bacia hidrográfica do Rio Santa Maria da Vitória.

Relevo e clima

Relevo: Constitui encosta localizada na face sudeste do Maciço Central.

Fauna e flora

Flora: Vegetação remanescente de Mata Atlântica de encosta em estágio avançado de regeneração. Entre as espécies vegetais frequentes estão Caesalpinea ferrea, Eschweilera ovata, Astronium gracile, Ficus sp., Tabebuia sp., e Cariniana estrellensis.

Problemas e ameaças

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=2646

http://www.vitoria.es.gov.br/cidade/parques

http://www.terracapixaba.com/2011/07/parque-municipal-gruta-da-onca-vitoria.html