Refúgio da Vida Silvestre dos Morros do Craunã e do Padre

Fique por dentro das novidades do Refúgio da Vida Silvestre dos Morros do Caraunã e do Padre no Blog do WikiParques



Refúgio da Vida Silvestre dos Morros do Craunã e do Padre
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Alagoas
Município: Água Branca (AL)
Categoria: Refúgio de Vida Silvestre
Bioma: Caatinga
Área: 1.087 hectares
Diploma legal de criação: Decreto Estadual nº 17.935 de 27 de janeiro de 2012
Coordenação regional / Vinculação: Instituto do Meio Ambiente de Alagoas
Contatos:

Gestor: Alex Nazário Silva Oliveira
Endereço:"' Rua São José
CEP: 57017320
Bairro: Bom Parto
UF: AL
Cidade: Maceió
Site:
Telefone: (82) 33151732
E-mail: alexnazario@hotmail.com

Índice

Localização

Como chegar

Ingressos

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

I - Garantir a preservação de amostra do bioma Caatinga e associadas presentes na região;

II - Proteger a fauna e flora silvestres;

III - Disciplinar o uso e ocupação do solo nas imediações do morro do Caraunã e do morro do Padre, propriedades e povoados localizados próximos e na sua zona de amortecimento;

IV - Preservar as culturas e tradições sertanejas da população local, garantindo sua permanência em harmonia com a preservação;

V - Incentivar e fomentar ações de educação ambiental e turismo ecológico na região;

VI - Promover a participação da população local em ações de proteção e conservação e adaptar a atual cultura predatória a modos de vida sustentáveis no seu entorno;

VII - Garantir a integridade do ecossistema para a realização de pesquisas científicas que visem o conhecimento da área, garantindo assim subsídios para sua melhor gestão e proteção;

VIII - Apoiar a pesquisa científica com foco na fauna local e migratória, principalmente em espécies como a águia chilena (B. melanoleucus), macaco-prego (Cebus sp.), gato-do-mato-pequeno (Leopardus tigrinus), ameaçados ou raros e o mocó (Kerodon rupestris), que é amplamente utilizado como alimentação pelos moradores da região, visando estudos para adotar uma alternativa alimentar ou sua criação em cativeiro.

Os objetivos descritos visam a garantir a integridade do meio natural dos remanescentes de Caatinga, vegetação associada da região e fauna nativa, de extrema importância para a conservação da biodiversidade do semi-árido alagoano. Em tempo, conscientizar e educar a população de entorno a respeito de modos de vida sustentáveis e valorização cultural da sua região.

Histórico

Atrações

Aspectos naturais

Relevo e clima

Fauna e flora

Problemas e ameaças

Fontes

Cadastro do CNUC