Reserva Biológica da Contagem

Foi criada em 2000 com o objetivo de assegurar a preservação do equilíbrio natural da diversidade biológica e dos processos ecológicos naturais. Na Reserva existem duas fontes de captação de água que abastecem a população do Distrito Federal. Possui área de 3.426 hectares.

Fique por dentro das novidades da Reserva Biológica da Contagem no Blog do WikiParques



Reserva Biológica da Contagem
Esfera Administrativa: Federal
Estado: Distrito Federal
Município: Sobradinho (DF)
Categoria: Reserva Biológica
Bioma: Cerrado
Área: 3.426,15 hectares
Diploma legal de criação: Decreto s/nº de 13 de dezembro de 2002
Coordenação regional / Vinculação:

Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade
CR11 - Lagoa Santa

Contatos: TELEFONE: (61) 3233-6897 / 3234-3680 / 3233-1926

Índice

Localização

Rodovia BR-450, km 8,5, via EPIA, Parque Nacional de Brasília, Setor Militar Norte, Brasília, DF. Localiza-se ao norte do Distrito Federal, limitando-se ao sul com a rodovia DF 001 e o Parque Nacional de Brasília, à oeste com o Núcleo Rural Lago Oeste, à leste com os condomínios do Setor Habitacional Grande Colorado e Região Administrativa de Sobradinho II, e ao norte com a rodovia DF 150.

Como chegar

Pegar a saída norte saindo do centro de Brasília, seguir pela via EPIA até o balão do Colorado, onde será acessado a DF-001, e aproximadamente 1 km depois, na margem direita, se iniciará a REBIO Contagem.

Ingressos

Não é permitido o acesso de visitantes, é permitido apenas para pesquisa científica.

Onde ficar

Em Brasília existem diversas opções de hospedagem.

Objetivos específicos da unidade

Preservação integral da biota e demais atributos naturais existentes em seus limites, sem interferência humana direta ou modificações ambientais, excetuando-se as medidas de recuperação de seus ecossistemas alterados e as ações de manejo necessárias para recuperar e preservar o equilíbrio natural, a diversidade biológica e os processos ecológicos naturais.

Histórico

A REBIO da Contagem foi criada no ano de 2000 com intuito de preservar os remanescentes de cerrado e os recursos hídricos que ocorrem no topo e encostas da Chapada da Contagem. Abrange uma área de 3.426,15 hectares. A região antigamente fazia parte da rota do ouro extraído em Pirenópolis, e lá era o local da “contagem” desse ouro, fato que deu nome à região.

Atrações

A REBIO da contagem é uma área de acesso restrito, porém, isto não impede de apreciar a paisagem do local. Trechos da rodovia DF-150 e da ciclovia margeiam parte da Unidade de Conservação que proporciona um visual cênico para os motoristas, ciclistas e pedestres, com vista privilegiada para o pôr do sol.

Aspectos naturais

A REBIO possui uma área de 3.426,15 hectares, situa-se entre as Bacias Hidrográficas do Maranhão (Região Hidrográfica Tocantins/Araguaia) e do São Bartolomeu (Região Hidrográfica Paraná). Para a região da Chapada da Contagem, onde ocorre um acelerado processo de ocupação do solo, a REBIO representa a possibilidade de preservação de significativa área de cerrado, onde ocorrem espécies da fauna e da flora ameaçadas de extinção, bem como dos mananciais hídricos fundamentais ao abastecimento público no Distrito Federal. No interior da REBIO existem duas captações de água, localizadas no ribeirão Contagem e córrego Paranoazinho, que são responsáveis pelo abastecimento público da cidade de Sobradinho. A Reserva propicia a formação de um corredor ecológico entre o Parque Nacional de Brasília e a Bacia do Rio Maranhão, garantindo a ligação desta importante unidade de conservação com a bacia amazônica. A REBIO da Contagem também possui um valor cultural, pois abriga um sítio histórico, ainda não localizado, conhecido como Contagem de São João das Três Barras - estabelecimento fiscal da coroa portuguesa, instalado no local em 1736, no qual convergia o fluxo das minas de Tocantins e Goiás com destino a Minas Gerais.

Relevo e clima

Situa-se na Chapada da Contagem, unidade geomorfológica mais elevada do Distrito Federal, com altitudes que variam entre 1000 a 1200 metros. A média anual da temperatura máxima é de 26,68 °C, enquanto a média anual da temperatura mínima é de 16,42 °C. Com estações bem definidas, com um período de seca entre maio e setembro.

Fauna e flora

Possui áreas de cerrado rupestre com belas espécies arbóreas, algumas tombadas como patrimônio ecológico do Distrito Federal, como espécies do gênero Vochysia. Conta também com animais protegidos e em risco de extinção, como o tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla) e o tatu-canastra (Priodontes maximus).

Problemas e ameaças

Uma situação preocupante é o constante e desenfreado crescimento dos Condomínios do grande colorado , isto gera uma grande pressão antrópica, podendo ocorrer grilagem de terra e invasôes de animais domésticos no interior da Unidade de Conservação

Fontes

Página do ICMBio
Página do CNUC