Parque Estadual São Camilo



Parque Estadual São Camilo
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Parana
Município: Palotina
Categoria: Parque
Bioma: Mata Atlântica
Área: 385,34 hectares
Diploma legal de criação: Decreto nº 6.595 de 22 de fevereiro de 1990.
Coordenação regional / Vinculação: IAP - Instituto Ambiental do Paraná.
Contatos: Rua Engenheiros Rebouças, 1206

Rebouças, Curitiba/PR-CEP 80.215-100

Tel. (41) 3213-3700 Fax (41) 3333-6508

E-mail iapcuritiba@pr.gov.br

Índice

Localização

A UC está situada nas margens do rio São Camilo, na bacia hidrográfica do rio Paraná. Localiza-se a 8 km da área central do município. Para chegar basta seguir sentido sudoeste na rua 24 de Junho (rota de caminhões), saindo da cidade terá início uma estrada rural asfaltada, siga reto nesta estrada até passar por uma notável curva à esquerda, logo após o término desta curva terá uma estrada de chão à direita, entre nesta estrada e siga até o final dela, será aonde fica a entrada do Parque.

Como chegar

O Parque Estadual São Camilo está localizado a 8 quilômetros a sudoeste da área central do município de Palotina, às margens do rio São Camilo. O acesso rodoviário ao município de Palotina pode ser realizados pelas rodovias estaduais PR-182 e PR-364, ou pela rodovia federal BR-467.

O aeroporto mais próximo situa-se em Cascavel, para onde existem vôos regulares a partir de Curitiba.

Ingressos

O Parque está aberto à visitação pública, e conta com infraestrutura de apoio ao turista, como: estacionamento, Centro de Visitantes, quiosques, ponte sobre o lago, porém necessita de adequações para comportar um possível aumento no fluxo de visitantes (placas de sinalização, adequação nas trilhas, etc).

A visitação é orientada.

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Proteger a biodiversidade da região, favorecer condições e promover a educação e interpretação ambiental, a recreação em contato com a natureza e o turismo ecológico.

Histórico

O Parque Estadual de São Camilo foi criado como Reserva Biológica de São Camilo. Com o objetivo primário de proteger a fauna e flora da região, a UC abriga áreas de cobertura vegetal em avançado estágio de regeneração, possibilitando a sua preservação, e representa um refúgio para a fauna, sendo um dos últimos fragmentos florestais de porte considerável na região. Além da proteção à biodiversidade, esta Unidade se encontra aberta à visitação e ao lazer, permitindo o ecoturismo e a realização de pesquisas científicas.

O nome do Parque Estadual de São Camilo foi definido em função do rio São Camilo, às margens do qual se localiza a UC. Criado com o objetivo de preservar um dos poucos remanescentes florestais na região, foi decretado como uma Reserva Biológica, através do Decreto nº 6.595 do Governador do Estado do Paraná, em 22 de fevereiro de 1990.

Como a UC foi criada antes da implantação do Sistema Nacional de Unidades de Conservação, com a denominação de Reserva Biológica, porém com o uso e a proteção de um Parque, não se enquadrando na categoria Reserva Biológica definida no SNUC, tornando-se necessária a recategorização da UC.

Atrações

O Parque conta com trilhas como a Trilha da Ponte, mirantes e uma vasta biodiversidade para ser contemplada.

Aspectos naturais

O Parque Estadual São Camilo protege um dos últimos remanescentes da Floresta Estacional Semidecidual do Oeste paranaense e também rios e nascentes. A universidade de conservação é um verdadeiro oásis cercado por plantações de soja, milho e trigo, típicas do solo fértil da região.

Relevo e clima

O relevo é considerado plano, com ausência de altas montanhas e precipícios.

O clima é subtropical úmido, com verões quentes e invernos frios ou amenos. A média anual de temperatura é de 20°C.

Fauna e flora

O Parque abriga espécies como o quati, macaco-prego, paca, veado, lontra, cotia, tatu.

Problemas e ameaças

.Atividades de caça, armadilhas no entorno imediato;

.Presença de agrotóxicos e materiais utilizados para os trabalhos desenvolvidos pelo IAPAR, dentro da UC;

.Pressão do entorno sobre a UC;

.Extrativismo vegetal irregular.

Fontes

Plano de Manejo: http://www.iap.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=1216