Parque Nacional do Superagui

Localizado no litoral paranaense, o Parque Nacional do Superagui protege belíssimas paisagens de restinga, manguezal e floresta, emolduradas ao longe pelas montanhas da Serra do Mar, de um lado, e pelo imenso e agitado Oceano Atlântico, do outro. Além disso, o parque criado em 1989 protege diversas espécies da fauna e flora que podem ser contempladas pelos visitantes que se aventuram a conhecê-lo, como o mico-leão-da-cara-preta e o papagaio-de-cara-roxa, facilmente avistados em revoadas que ocorrem em todo amanhecer e entardecer na ilha de Pinheiros.


Fique por dentro das novidades do Parque Nacional do Superagui no Blog do WikiParques


Carregando mapa...
Parque Nacional do Superagui
Esfera Administrativa: Federal
Estado: Parana
Município: Guaraqueçaba
Categoria: Parque
Bioma: Marinho
Área: 33.988 hectares
Diploma legal de criação: Criado pelo Decreto Federal n° 97.688, de 25 de abril de 1989. Ampliado pelo Decreto-Lei n° 9.513, de 20 de novembro de 1997.
Coordenação regional / Vinculação: Órgão gestor ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade)

Coordenação Regional: CR9 - Florianópolis/SC

Contatos: Endereço sede:

Rua Paula Miranda, 10
Centro, Guaraqueçaba, Paraná
CEP: 83-390-000

Endereço sede:
Comunidade da Barra do Superagui, Ilha do Superagui, 83.390-000.
Guaraqueçaba, Paraná.
Tel: (41) 3482-7146

Índice

Localização

O Parque Nacional do Superagui localiza-se no litoral norte do Paraná, no município de Guaraqueçaba, a 181 quilômetros da capital do estado, Curitiba. Em 1997, o parque foi ampliado e passou a incluir a região do Vale do Rio dos Patos.

Como chegar

Para chegar na Vila do Superagui, principal porta de entrada para desfrutar dos atrativos do parque, é necessário pegar um barco nos municípios de Guaraqueçaba ou Paranaguá.

Em Paranaguá há uma linha regular de barco que faz o itinerário até Superagui diariamente na parte da tarde. O barco parte do porto da cidade, na Rua da Praia, também conhecida como Rua General Carneiro. O retorno, pela mesma linha, sai da ilha na parte da manhã para Paranaguá. O traslado é normalmente feito em voadeiras, com tempo de duração aproximada de 1 hora (tanto ida quanto volta).

Também é possível contratar o serviço de transporte de barco de forma particular em Paranaguá ou Guaraqueçaba para acessar a ilha do Superagui ou a ilha das Peças, esta última também parte do parque.

Ingressos

Não há cobrança de ingressos.

Onde ficar

Há diversas opções de pousada e camping na Vila do Superagui, entre elas a Pousada Araújo, a Pousada Sobre as Ondas e o Camping do Pacheco.

Objetivos específicos da unidade

O Parque Nacional do Superagüi abriga importantes amostras dos ecossistemas ali existentes, tais como a Floresta Atlântica, restinga, manguezais, praias e dunas. Considerada um dos cinco ecossistemas costeiros mais notáveis do globo terrestre.

Histórico

O Parque Nacional do Superagui está localizado integralmente dentro do município de Guaraqueçaba, no litoral norte do estado do Paraná, fronteira com São Paulo. Foi criado em 1989 com o objetivo de proteger os ecossistemas costeiros, restingas e manguezais, e espécies ameaçadas como o papagaio-de-cara-roxa e o mico-leão-da-cara-preta, endêmico da região. A descoberta de uma nova área de ocorrência do mico, no continente, motivou a ampliação do parque, que em 1997 passou a ter cerca de 34 mil hectares.


Em 1970, Superagui foi inscrito sob o n° 27 no Livro de Tombo Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico da Divisão do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural do Paraná. Em 1997, o parque foi ampliado.

As populações existentes na área do parque e de seu entorno são chamadas de caiçaras – em razão da miscigenação entre índios, negros, ecolonos portugueses. A origem da palavra “caiçara” remonta a uma técnica usada para atrair o pescado, podendo ser considerada um método de maricultura extensiva.

Atrações

O Parque tem muitos atrativos turísticos com 38 quilômetros de praias desertas, que podem ser visitadas a pé ou em passeio de bicicleta. A observação de botos na baía do rio das Peças, Praia Deserta e Vila das Peças; além da observação da revoada dos bandos dos papagaios-da-cara-roxa na ilha do Pinheiro.

Praia Deserta da Ilha do Superagui

São cerca de 38 km de praia deserta, como o nome já diz, que pode ser visitada a pé ou de bicicleta.


Comunidade da Vila do Superagui


Trilha da Praia Deserta da Ilha do Superagui

Com duração de 1h30 e de dificuldade moderada. Na caminhada, é possível observar a vegetação de restinga baixa e alta, bromélias e orquídeas e ocasionalmente do mico-leão-da-cara-preta.


Baía do rio das Peças, Praia Deserta da Ilha das Peças e Vila das Peças

Ponto de concentração de botos, principalmente mães com filhotes, praia virgem com 7 km de extensão com vista para a Ilha do Mel.


Ilha do Pinheiro

A grande atração da Ilha do Pinheiro são as revoadas dos bandos do raro papagaio-da-cara-roxa ao entardecer.

Roteiro Lagamar

No trajeto há o canal do Varadouro, a localidade do Abacateiro que é um museu vivo da Cultura do Fandango, Ararapira Velha, igreja antiga.

Aspectos naturais

O parque abrange as ilhas do Superagui e das Peças. Sua paisagem é composta por Mata Atlântica, restingas, manguezais e praias que integram o Complexo Estuário Lagunar de Iguape-Cananéia-Paranaguá, mais conhecido como Lagamar, um dos mais importantes ecossistemas costeiros do mundo.

Os manguezais estão representados pelo mangue-vermelho e pelo mangue-branco onde também crescem diversas orquídeas. Figueiras e maçarandubas são espécies que constituem a faixa de Mata Atlântica e podem ser vistas na UC.

A região detém uma das maiores áreas com cobertura florestal do Paraná. A área recebeu da UNESCO em 1999, o título de Patrimônio Natural da Humanidade ou Sítio do Patrimônio Natural do Brasil, denominado Mata Atlântica, Reservas do Sudeste SP/PR.

No parque podem ser encontradas espécies ameaçadas de extinção como o mico-leão-de-cara-preta, o papagaio-de-cara-roxa, a suçuarana e o bugio. Compreende a maior parte das ilhas de Superagüi e das Peças, a totalidade das ilhas do Pinheiro e Pinheirinho, e no continente o vale do rio dos Patos. Além de uma imensa riqueza biológica, possui uma riqueza cultural igualmente diversa, com destaque para o fandango que envolve música, dança, formas de sociabilidade e artesanato.

Relevo e clima

Relevo

O relevo da região do Parque Nacional do Superagui apresenta caráter montanhoso ao norte (Vale do Rio dos Patos) e planícies litorânea ao sul e sudeste (praias, restingas e manguezais).


Clima

Clima sub-quente, super-úmido, sem seca (temperado), no inverno pode chegar à temperaturas baixas. Muitas chuvas ao longo de todo ano. A época ideal para visitação é janeiro e fevereiro.

Fauna e flora

Fauna

O parque abriga em sua fauna alguns animais ameaçados de extinção como o mico-leão-da-cara-preta (Leontopithecus caissara), o papagaio-da-cara-roxa (Amazona brasiliensis), a suçuarana ou onça-parda (Puma concolor capricornensis ), e o trinta-réis-real (Thalasseus maximus).

O mico-leão-de-cara-preta é endêmico da ilha de Superagui, com ocorrência até o município de Ariri, na fronteira com São Paulo. Sua área restrita faz com que a espécie seja considerada criticamente ameaçada de extinção.

Também estão presentes no parque mamíferos como a paca, a cutia, o veado e o porco-do-mato. Muitas aves marinhas povoam a região, juntamente com o tucano, o sabiá e o ameaçado papagaio-de-cara-roxa. Cobras peçonhentas como a jararaca e a coral também ocorrem na área protegida.


Flora

O Parque Nacional do Superagui está inserido no bioma Mata Atlântica e Marinho/Costeiro. Sua flora abrange espécies vegetais como ipês, jacarandás, orquídeas, bromélias e caxetas, além de espécies típicas de manguezais.

Problemas e ameaças

Em 2011, o parque iniciou a elaboração de seu plano de manejo. A unidade de conservação protege ecossistemas cuja abrangência tem diminuído significativamente. A coleta de produtos não madeireiros tem um impacto severo a longo prazo.

Fontes

http://www.brasil.gov.br/localizacao/parques-nacionais-e-reservas-ambientais/parque-nacional-do-superagui-2013-pr

http://www.icmbio.gov.br/portal/o-que-fazemos/visitacao/ucs-abertas-a-visitacao/209-parque-nacional-do-superagui.html

http://www.icmbio.gov.br/portal/biodiversidade/unidades-de-conservacao/biomas-brasileiros/marinho/unidades-de-conservacao-marinho/2263-parna-do-superagui

http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/imgs-unidades-coservacao/Superagui_1.pdf

http://ecoviagem.uol.com.br/brasil/parana/parque-nacional/superagui/

https://www.portalsaofrancisco.com.br/meio-ambiente/parque-nacional-do-superagui