Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo




Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo
Esfera Administrativa:
Estado: Sao Paulo
Município: São Paulo
Categoria: Parque
Bioma: Mata Atlântica
Área: 449,78 hectares
Diploma legal de criação: Decreto Municipal nº 43.329, de 12 de junho de 2003. Ampliado pelo Decreto Municipal n° 50.201, de 7 de novembro de 2008.
Coordenação regional / Vinculação: Prefeitura de São Paulo e subprefeitura de Itaquera (zona leste de São Paulo).
Contatos: E-mail: pnmfazendadocarmo@gmail.com

Índice

Localização

O Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo (PNMFC) está localizado na Zona Leste do município de São Paulo, nos limites da Subprefeitura de Itaquera, próximo ao Parque do Carmo e ao SESC Itaquera, entre as Avenidas Aricanduva, Jacu Pêssego e Afonso de Sampaio e Souza.


Coordenadas:

Latitude - 23°35'11.55"S Longitude - 46°29'2.21"O UTM - 348576 / 7390763

Como chegar

Endereço: Estrada da Fazenda do Carmo, 350 - Subprefeitura de Itaquera - Zona Leste de São Paulo

Ingressos

No momento o PNMFC não está aberto para visitação pública. Entretanto, existe a possibilidade de agendamentos por escolas municipais, universidades e instituições de pesquisa e/ou que realizam educação ambiental, nesse caso, estas devem entrar em contato com o DEPAVE-8/DUC/SVMA, nos telefones: 011-5187-0322 ou 0321.

Onde ficar

Em São Paulo há inúmeras opções de hospedagem.

Objetivos específicos da unidade

Preservação e recuperação das características dos ecossistemas originais, com a composição de espécies, diversidade e organização funcional dos diversos "habitats naturais", bem como a possibilidade de realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico.

Histórico

O Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo (PNMFC) foi criado em 12 de junho de 2003 com o nome de Parque Natural Municipal do Carmo, por meio do Decreto Municipal nº 43.329, totalizando uma área de 3.958.667,70m². Em 2008 foi ampliado sob o Decreto n° 50.201, quando passou a abranger uma área de 4.497.800,00m² e teve seu nome alterado para Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo, a fim de diferenciá-lo do já existente, Parque do Carmo (Parque Urbano).

O PNMFC possui um Conselho Gestor Consultivo, criado no dia 25 de maio de 2016 e formado por representantes da Sociedade Civil e do Poder Público. O Conselho Gestor é presidido pelo gestor da unidade de conservação, representante da Divisão de Unidades de Conservação, Proteção da Biodiversidade e Herbário (DEPAVE-8/DUC) da Secretaria do Verde e Meio Ambiente (SVMA).

Atrações

Aspectos naturais

Situado no interior da Área de Proteção Ambiental (APA) Estadual Parque e Fazenda do Carmo, o Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo (PNMFC) compõe a maior mancha de vegetação da Zona Leste do município de São Paulo, em contraposição à densa ocupação urbana que o circunda, representando a primeira Unidade de Conservação de Proteção Integral da capital paulista instituída em meio urbano.

O PNMFC faz parte do Cinturão Verde da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica e, de acordo com as Leis Municipais nº 13.430, de 2002, e nº 13.885, de 2004, pertence à Macrozona de Proteção Ambiental, incluído na Zona Especial de Preservação (ZEP) e Zona Mista de Proteção Ambiental (ZM-p).

Relevo e clima

Fauna e flora

O PNMFC possui cobertura vegetal bastante diversa, formada por matas ciliares, capoeiras, campos, reflorestamento de eucaliptos, brejos e remanescentes de Mata Atlântica, encontrados principalmente nas áreas centrais do Parque. Segundo pesquisa da equipe técnica da Prefeitura de São Paulo, a lista de espécies da flora encontradas no Parque compreende 180 espécies, incluindo desde ervas a árvores.

A ação do homem na área do PNMFC é evidente e pode ser detectada pela menor densidade de indivíduos arbóreos, resultado de atividades extrativistas como retirada de madeira e palmito. As áreas mais afetadas são aquelas próximas às vias, caracterizadas pela presença de campos sujos e capoeiras.

Quanto à fauna local, por meio de levantamentos executados pela equipe da SVMA, entre 1993 e 2002, foram catalogadas 127 espécies animais, dentre as quais predominaram as aves (110). Apesar da necessidade de mais pesquisas para conhecer toda a diversidade de animais existente no PNMFC, a ocorrência de algumas espécies, a exemplo do bicho-preguiça (Bradypus variegatus) e veado (Mazama gouazoubira), são importantes indicadores para uma melhor compreensão da qualidade ambiental do PNMFC.

Problemas e ameaças

Fontes

http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/meio_ambiente/unid_de_conservacao/index.php?p=42141

Decreto de Criação do PNMFC

Decreto de Ampliação e Retificação do nome da unidade