Reserva Biológica da Mata Escura

Fique por dentro das novidades da Reserva Biológica da Mata Escura no Blog do WikiParques



Reserva Biológica da Mata Escura
Esfera Administrativa: Federal
Estado: Minas Gerais
Município: Almenara (MG), Jequitinhonha (MG)
Categoria: Reserva Biológica
Bioma: Mata Atlântica
Área: 50.872,42 hectares
Diploma legal de criação: Decreto s/nº de 05 de junho de 2003
Coordenação regional / Vinculação: Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio

CR11–Lagoa Santa/MG

Contatos:

Gestor: Marcia de Souza Nogueira
Endereço: Rua Coronel Ramiro Pereira, 143
CEP: 39960000
Bairro: Centro
UF: MG
Cidade: Jequitinhonha
Site:
Telefone: (33) 37411044
E-mail: rebiomataescura@icmbio.gov.br

Índice

Localização

A Reserva Biológica da Mata Escura está localizada nos municípios de Jequitinhonha e Almenara, em Minas Gerais.

Como chegar

Ingressos

Só há autorização de visitas para educação ambiental.

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Preservar integralmente os recursos naturais e a diversidade biológica existentes em seus limites.

Histórico

Atrações

Aspectos naturais

Relevo e clima

A morfologia do relevo apresenta-se pouco diversificada, ocorrendo predomínio de topos aplainados e recortados pelo recuo das cabeceiras de drenagem.

Os cursos d'água que drenam a área têm suas nascentes entre as cotas de 850 e 1.150m, todos afluentes da margem esquerda do rio Jequitinhonha. Destacando o Córrego Labirinto, que abastece a cidade de Jequitinhonha.

Fauna e flora

A Reserva Biológica da Mata Escura apresenta consideráveis remanescentes florestais de Mata Atlântica compostos por Floresta Estacional Semidecidual, Floresta Estacional Decidual, Floresta de Altitude e uma vegetação campestre muito singular. Esta vegetação campestre ocorre sobre solo arenoso (areia quartzosa), nos topos de alguns morros, com aspecto fitofisionômico variando entre um ambiente de restinga e campos altitudinais, apresentando agrupamentos de bromélias, que se intercalam com arvoretas, moitas de ciperáceas e canelas-de-ema, além de orquídeas e bromélias epífitas.

Problemas e ameaças

Fontes

ICMBio

Cadastro CNUC