Reserva Biológica de Saltinho




Reserva Biológica de Saltinho
Esfera Administrativa: Federal
Estado: Pernambuco
Município: Rio Formoso e Tamandaré
Categoria: Reserva Biológica
Bioma: Mata Atlântica
Área: 562,57 hectares
Diploma legal de criação: Dec nº 88.744 de 21 de setembro de 1983
Coordenação regional / Vinculação: CR6 -Cabedelo
Contatos: TELEFONE: (81) 3083-1528/ 9133-0890/VOIP (61) 3103-9865

Índice

Localização

Rod PE 60, KM 60, Trevo, Tamandaré/PE – CEP: 55.780-000

Como chegar

Sua principal via de acesso é a rodovia PE-060, a partir da cidade de Cabo de Santo Agostinho, que fica a aproximadamente 70Km de Recife pela rodovia BR-101. A rodovia PE-060 liga também as cidades de Rio Formoso, Sirinhaém e Barreiros à Reserva. Outro acesso rodoviário pode ser feito pela PE-076, que liga Tamandaré à rodovia PE-060. Dada a localização e infra-estrutura existente na área da REBIO, a acessibilidade fluvial ou aérea não se faz possível.

Ingressos

Não está aberto à visitação.

Onde ficar

A guarita de entrada da Reserva está localizada na PE 60, em frente ao acesso à PE 76, que leva à Tamandaré.

Objetivos específicos da unidade

Criada com a finalidade de conservação integral da flora e fauna, para fins científicos, sendo proibida toda e qualquer forma de exploração de seus recursos naturais

Histórico

A atual Reserva Biológica Saltinho se originou de um antigo engenho. Em 1905, a União, por meio do Ministério da Justiça e Negócios Interiores, realizou a compra do imóvel Engenho Saltinho, então propriedade da Sra. Rita Bemvinda da Silva Guimarães que herdara as terras de seu falecido marido, Sr. João Antônio Alves da Silva. Em 15 de dezembro de 1943, segundo Decreto-Lei nº 6.105, a área foi transferida como propriedade da União, tendo sido Encarte 1 – Visão Geral Plano de Manejo, Fase 2, da Reserva Biológica Saltinho 1-5 denominada “Saltinho”. O Horto Florestal de Ubajara adjacente à propriedade, também foi incorporado a esta, sendo então chamado de “Horto Florestal Saltinho”.

Em 1964, a propriedade foi adquirida pelo Governo Federal com o intuito de garantir a captação de água necessária ao antigo Lazareto de Tamandaré. Entretanto, Em 29 de dezembro 1967, o Decreto nº 62.007 transformou o horto florestal em Estação Florestal Experimental (EFLEX), sob a justificativa de oferecer boas condições ao desenvolvimento de pesquisas, iniciadas aí desde 1959. Nesta época, a área contava com cerca de 300 hectares ocupados por florestas. A Unidade continha ainda cerca de 100 hectares de vegetação nativa em estágio de recuperação, além de 10 hectares destinadas a áreas de reflorestamento. Finalmente, em 21 de setembro de 1983, através do Decreto nº 88.744 (Anexo 1-2), a “Estação Florestal de Experimentação Saltinho” foi transformada em Reserva Biológica Saltinho, subordinada ao Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal - IBDF.

Atrações

Protege uma das maiores e mais importantes reservas de Mata Atlântica do nordeste brasileiro

Aspectos naturais

Relevo e clima

O clima que domina a porção oriental do estado, onde está localizada a Reserva Biológica de Saltinho, é caracterizado pelo tipo climático As' (úmido) da classificação de KÖPPEN. Esse clima apresenta chuvas de outono-inverno, registra temperaturas médias anuais em torno de 25º C e pluviosidade de 1.500 a 2.000 mm.

O Relevo da área da Reserva Biológica Saltinho abrange as Cristas e Colinas à noroeste da Zona de Amortecimento e pelas Planícies Costeiras que praticamente rodeiam toda a área da REBIO, indo desde a porção sudoeste passando pelo sul até à leste, estendendo-se também de norte à nordeste. As planícies costeiras, elaboradas durante o Quaternário, constituem uma unidade de grande complexidade, uma vez que representam a transição entre os fenômenos continentais e marinhos

Fauna e flora

Floresta Ombrófila Densa das Terras Baixas e Sistema Secundário. Protege um importante fragmento de Mata Atlântica, na ecorregião das Florestas Costeiras de Pernambuco. Nela habitam espécies muito ameaçadas de extinção na região, como o gato-maracajá, o udu-de-coroa-azul e o gato-do-mato.]

Problemas e ameaças

Caça; pesca; roubo de madeira; rodovias, Linhas de Transmissão e cabo ótico que cortam a Reserva e Açude para abastecimento de água. Ritos religiosos

Fontes

http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/imgs-unidades-coservacao/rebio_saltinho.pdf

http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/imgs-unidades-coservacao/pm_rebio_saltinho_encartes.pdf

http://www.icmbio.gov.br/portal/unidadesdeconservacao/biomas-brasileiros/mata-atlantica/unidades-de-conservacao-mata-atlantica/2156-rebio-de-saltinho