Reserva Extrativista do Rio Unini

Fique por dentro das novidades da Reserva Extrativista do Rio Unini no Blog do WikiParques


Carregando mapa...
Reserva Extrativista do Rio Unini
Esfera Administrativa: Federal
Estado: Amazonas
Município: Barcelos
Categoria: Reserva Extrativista
Bioma: Amazônia
Área: 849.684,79 hectares hectares
Diploma legal de criação: Decreto s/nº, de 21 de junho de 2006.
Coordenação regional / Vinculação: Instituto Chico Mendes de Biodiversidade - ICMBio - CR2 – Manaus
Contatos: Endereço: Rua Antenor Carlos Frederico, 69 - Centro. Novo Airão/AM. CEP: 69730-000

Telefone: (92) 3365-1345

E-mail: ana.figueiredo@icmbio.gov.br

Índice

Localização

Como chegar

A principal via de acesso à RESEX é através de Novo Airão, que possui ligação terrestre com a capital do estado, Manaus. Desde Manaus são aproximadamente 200Km até Novo Airão, que podem ser transcorrido por carro particular, ônibus regular ou taxi lotação. Além disso, existem embarcações de linha, que fazem o percurso Manaus-Novo Airão, num trajeto que dura aproximadamente 10 horas. Para chegar até a RESEX do Unini é necessário estar em embarcação, que pode ser do tipo regional (que possui acomodação) ou voadeiras. Já a via aérea pode ser feita por meio de hidroavião monomotor, bimotor ou helicópteros fretados de Manaus. Para chegar à RESEX e visitar suas atrações a via é exclusivamente fluvial. E, portanto, torna-se imprescindível a contratação de um operador em Manaus ou em Novo Airão.

Ingressos

O uso público está previsto no Plano de Manejo, através do Sub-Programa de Uso Público, que compõe o Programa de Recursos Naturais e Cadeias Produtivas. O uso público na RESEX do Unini está sendo desenvolvido em base comunitária e em 2010 foi iniciado o Diagnóstico e Planejamento da atividade, pois a UC preza pelo oferecimento de um produto bem planejado para atender com qualidade as expectativas dos visitantes. Em 2012, conforme previsto no Sub-programa de Uso Público, foi realizada a Oficina de Ordenamento do Uso Público na RESEX do Unini, com o objetivo de criar as normas para a visitação. Para a visitação, o interessado deve entrar em contato com os gestores da UC, com antecedência de no mínimo 15 dias, para a intermediação junto às comunidades receptoras. Atualmente, a acomodação se dá em casa de moradores ou nas próprias embarcações.

Dias da semana: Segunda a Segunda

Horários: 08:00 a 18:00

Portões de acesso: Boca do rio Unini

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

A Reserva Extrativista é uma área utilizada por populações extrativistas tradicionais, cuja subsistência baseia-se no extrativismo e, complementarmente, na agricultura de subsistência e na criação de animais de pequeno porte, e tem como objetivos básicos proteger os meios de vida e a cultura dessas populações, e assegurar o uso sustentável dos recursos naturais da unidade.

Histórico

Atrações

Aspectos naturais

O rio principal da RESEX é o rio Unini. Este se origina nas terras baixas do Terciário e possui uma malha hidrográfica com cerca de 1.500 nascentes e mais de 1.000 lagos em uma extensão estimada em 400 km da foz até as cabeceiras. A área estimada da bacia cobre cerca de 2.689.644 hectares. Os igarapés Papagaio, Paunini, Solimõezinho, são os tributários de maior extensão da bacia do Unini. De maneira geral, as águas dos rios são ácidas com pouco material em suspensão e pouco conteúdo iônico resultando em baixa condutividade elétrica. Os cursos do rio Unini e seus tributários formam inúmeros meandros e a planície de inundação varia de acordo com o tamanho do rio. O rio Unini possui grande diversidade de ambientes aquáticos, como lagos, rios, igarapés e florestas alagadas. As árvores caídas, bancos submersos de serapilheira, poços profundos nas margens externas aos meandros e florestas de igapó produzem um mosaico complexo de habitats que são explorados ecologicamente por diferentes espécies da biota aquática e terrestre. As cotas mínimas do rio Unini ocorrem entre os meses de outubro e novembro e as máximas normalmente entre junho e julho. Nesta região, as cotas de nível de água entre cheia e vazante varia entre 11,26 e 15,75 metros.

Quatro principais tipos de vegetação: florestas ombrófilas densas (53%), florestas de terra firme (29%), florestas de igapó (11%), campinaranas (5%).

Relevo e clima

Fauna e flora

Espécies endêmicas da região da bacia do Rio Negro: acará-disco-cabeça-azul (Symphysodon discus) e uacari-de-costas-douradas (Cacajao melanocephalus).

Problemas e ameaças

Fontes

Relatório do Ministério do Meio Ambiente [1]

Página da Resex no ICMBio [2]